Algum tempo atrás tive a oportunidade de visitar o Vietnã e, entre tantas coisas, uma me chamou atenção especial. Ao atender eu ouvia eles falarem "Alô?", assim como nós. Então, na época li algumas coisas e agora decidi me aprofundar para compartilhar com vocês, eis o resultado.

Os primórdios
A língua vietnamita pertence as chamadas línguas austro-asiáticas, que é falado no sudeste asiático e em parte da Índia e Bangladesh. A língua em si nasceu mais ou menos junto com a "fundação" do país, em 2.879 A.C., e, junto da língua Khmer, falada em Cambodia, é uma das poucas da "família" que possuem uma longa história escrita. As outras podem até ser consideradas dialetos por serem faladas por muito pouca gente.

O país historicamente sempre teve uma forte influência chinesa em todos os aspectos possíveis e na língua não é diferente. Para se ter uma idéia hoje estima-se que 70% de seu vocabulário tem sua origem por lá.

Até o século 13 os vietnamitas usavam simplesmente os caracteres chineses para escrever, algo que aconteceu também na península coreana. Foi somente então que eles começaram a desenvolver sua própria escrita batizada de Chữ Nôm que hoje está aposentada e nada mais é que o uso dos próprios caracteres tradicionais chineses e outros feitos a partir deles.

Romanização
O alfabeto usado hoje em dia no Viet Nam (forma que os vietnamitas escrevem o nome de seu país e tem uma bela história por trás, mas isso fica pra outra matéria) começou a ser feito somente no século 17, com a ida de missionários europeus ao país.

Os responsáveis pelo começo da "romanização" da língua vietnamita foram, pasmem, os missionários portugueses Gaspar D'Amiral e Antonio Barboza. Obviamente que usaram as bases do português da época e hoje a escrita vietnamita carrega muitos de nossos acentos. Acho que isso explica o porque do "alô" que citei no começo, não?

Apesar de D'Amiral e Barboza terem feito os primeiros dicionários de vietnamita e lançado as bases da escrita batizada de Quốc Ngữ não sobrou nenhum trabalho deles para a posteridade. Então o francês Alexandre de Rhodes (1591-1660), baseado no trabalho dos portugueses, compilou, aprofundou e lançou o Dictionarium Annamiticum Lusitanum et Latinum em 1651, um marco na língua escrita vietnamita.

Nem a romanização de Mateo Ricci da língua chinesa, nem o estudo da gramática japonesa por João Rodríguez tiveram um impacto tão grande em um país asiático como o estudo dos três citados acima. Foi algo que, realmente, mudou a história e marca o país até os dias de hoje.

Tempos Modernos
Obviamente que o vietnamita sofreu influência da colonização francesa no século 19 e agora também sobre influência da língua inglesa, porém a forte raiz chinesa é mais do que óbvia. Darei alguns exemplos na 2ª parte dessa matéria.

O Quốc Ngữ só foi declarado escrita oficial do país em 1910 pelos franceses e hoje é a 18ª língua mais falada no mundo com cerca de 80 milhões de falantes.

Na II parte dessa matéria especial falarei um pouco da língua em si. Um pouco de gramática, alfabeto, palavras e curiosidades.

Eu não conseguiria escrever se não fosse os seguintes sites:
- http://www.wikipedia.org/ (sempre útil, não?)

Espero que tenham curtido a matéria!

Comments (2)

On 30 de abril de 2010 21:04 , AD Cerquilho disse...

Muito, muito, muito obrigada pela matéria,eu precisava de descobrir mais sobre a história da língua vietnamita e não achava em lugar nenhum,mas tái,achei aqui!Valeu mesmo!

 
On 3 de maio de 2010 21:08 , Luiz Barretto disse...

Opa, fico feliz que a matéria tenha lhe sido útil, fazê-la certamente me foi tb!
Fico a disposição.