Deve sair em abril deste ano o novo filme do diretor sul-coreano Park Chan-Wook batizado provisoriamente de "Thirst" (ou "Sede", em tradução livre). Segundo a sinopse é para ser um filme de horror, mas, se tratando deste diretor é difícil fazer uma definição.

A estória é a seguinte: um padre muito devoto (vivido por ninguém menos que Kang-Ho Song, que já trabalhou em outros filmes do diretor) se voluntaria para um experimento que dá errado e o transforma em um vampiro. Essas mudanças acabam o levando a ter um caso com a mulher de um amigo de infância que está cansada de sua vida mundana. A situação vai piorando e o padre/vampiro tenta manter ainda o que lhe resta de humanidade.

Nesse momento o filme está em fase de pós-produção e a CJ Entertainment que produziu o filme já assinou para o lançamento internacional do mesmo, o Brasil não deve estar incluído e, se o público de cá ver esse filme nos cinemas não será tão cedo.

Abaixo tem um entrevista com o Park Chan-Wook sobre este filme, sobre sua vida, influências e etc. É uma matéria em inglês da CNN para o programa "Talk Asia", quem entende vale muito a pena dar uma olhada. Agora, será que a trilha sonora é tão boa quanto de seus outros filmes?

Agradeço pela colaboração fundamental ao nosso amigo italiano Michelangelo Pasini que tem um site não oficial sobre o Park Chan-Wook que é muito bom! Dêem uma olhada: www.parkchanwook.org

Comments (2)

On 18 de fevereiro de 2009 02:12 , Tami disse...

Vampiro???
Cara respeito mto o Park mas viro modinha parada de vampiro? Crepusculo tah ai pa não me deixar mentir...

bem mas ja que o filme eh do Park provavelmente eh bom... so vendo pa saber.

 
On 18 de fevereiro de 2009 11:06 , Luiz Barretto disse...

Olha Tami,

Vide o último filme dele "I'm a cyborg, but it's OK" eu espero que esse "Thirst" seja surpreendente também.
Mas é como você disse, só vendo pra saber! Quero muito ver!