Faz poucos dias falei aqui no blog sobre a tentativa de sapatada que o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, levou ao discursar na Universidade de Cambrige. O sapato caiu bem longe do "alvo", a notícia foi censurada na China para depois ser liberada.

O autor, com pouca prática na modalidade, é o estudante alemão Martin Jahnke de 27 anos, que é pesquisador em Cambridge. Ele então foi levado ao Tribunal de Magistrados de Cambridge onde negou a acusação. Peraí, tinha cameras, fotógrafos e um monte de testemunhas no local, como ele pôde negar a "acusação"? Alías, nem acusação é! Além disso, se fosse para negar agora, porque o fez? Se arrependeu? Realmente não entendi. Como diz aquele ditado: "não aguenta, toma leite".

Wen Jiabao pediu que o Tribunal não seja severo com o garoto que foi liberado sob fiança depois de ser preso. O julgamento de Martin foi adiado para o próximo dia 10 de março, vamos ver o que vai sair daí...

A foto é da Reuters.

Comments (4)

On 20 de fevereiro de 2009 19:08 , libailong disse...

ue se o Governo Chines nega a acusação de violação ded direitos humanos com tanta prova em contrario cameras, fotógrafos e um monte de testemunhas, pq o pobre do Martin Jahnke não pode negar a acusação de uma sapatada que nem acertou o possivel alvo?

 
On 21 de fevereiro de 2009 13:28 , Luiz Barretto disse...

Prezado Dragão Branco,
Suas palavras tem certas razões, mas o "ponto" do post é, se o Sr. Martin Jahnke queria tanto protestar contra Wen Jiabao, porque negou no final?
Na minha visão isso acabou com o "porque" do protesto Sr. Dragão Branco.
Abraços.

 
On 21 de fevereiro de 2009 15:28 , Tami disse...

ihh olha Wen Jiabao e Bush podem dar os braços e dizer nós ja levamos sapatadas!

ahuhuahuhaHUHUH

e eu brincando cum coisa seria ¬¬'

 
On 21 de fevereiro de 2009 17:07 , Luiz Barretto disse...

Oi Tami!
Olha, essa moda de jogar sapato em políticos tá pegando, daqui a pouco os jornalistas só vão entrar de meia nas coletivas de imprensa!