Bush foi o primeiro a experimentar essa "tendência" em protestos, em um discurso na Universidade de Cambridge o Primeiro-Ministro chinês, Wen Jiabao, também experimentou o gostinho de ter um sapato lançado contra si.

No último dia de visitas para países da União Européia Wen Jiabao se encontrou com o PM britânico, Gordon Brown, para um discurso sobre a amizade entre os países e cooperação na atual crise econômica.

Nessa visita Wen Jiabao enfrentou muitos protestos especialmente no que diz respeito ao tratamento dispensado ao Tibete. Cinco manifestantes foram presos graças à isso na Inglaterra.

A segurança nessa visita foi muito forte para manter os manifestantes longe de Wen Jiabao com a atuação não somente da polícia inglesa, mas também do serviço de inteligência chinês. Houve também inspeção contra a entrada de metais em Cambridge.

O sapato e direitos humanos
Como vocês poderão ver nesse vídeo, Wen Jiabao está discursando quando se houve um agito e um barulho do sapato caindo no tablado. O manifestante, que tem seus 20 e poucos anos mas não foi identificado, gritou: "Como a universidade pode se prostar a esse ditador? Como vocês podem ouvir essas mentiras?". Mas ele errou a mira e o sapato caiu a um metro de Wen.

Logo depois dos seguranças pegarem o manifestante e o retirarem, Wen, continou: "Esse tipo de comportamento desprezível não pode prejudicar a amizade entre e a China e o Reino Unido".

O PM britânico Gordon Brown já havia conversado sobre direitos-humanos com Wen Jiabao: "O Reino Unido vai continuar com nosso diálogo visando um rápido progresso para que os direitos humanos no mundo inteiro e peço um diálogo entre o governo chinês para resolver a questão no Tibete".

Apesar dessa questão "estar na agenda" do encontro não se pode esperar mudanças no comportamento de Beijing. No "fringir dos ovos" ficou bem claro nessa visita à União Européia, que os europeus sabem que a China será de extrema importância para sair dessa crise e o governo chinês sabe, como sempre, usar isso ao seu favor.

video


Esse vídeo está no site da Sky News entrem lá para ver a matéria deles e também ver outros vídeos relacionados a China. A foto é da Reuters.