Essa produção promete, acima de tudo, muita polêmica com os fãs de animés e mangás. A ser lançado em outubro deste ano nos EUA e começo de 2010 em terras latinas a produção hollywodiana de um dos grandes símbolos da cultura nipônica promete em diversos aspectos.

Astro Boy foi criado em 1951 por Osamu Tezuka, grande criador e referência de mangás e animés. Ouso dizer que segue uma linha meio "Pinóquio" já que o pai do Astro Boy o cria como meio robô/ meio criança para preencher o vazio de seu filho morto.

O diretor do filme é o britânico David Bower que prometeu um "retorno ao mangá original". Só vendo para creer já que o argentino Luis Grane (trabalhou em O Príncipe do Egito), que faz parte da equipe, afirmou que é uma versão e disse: Houve uma inspiração no mangá, embora esteticamente não se veja como mangá, está mais na tradição da Disney que de anime, embora com respeito ao original."

Isso me deixa sem saber o que é um animé original.

Porém o que pode tranquilizar os fãs de Astro Boy é o fato de o filho de Tezuka, o cineasta Makoto Tezuka ter aprovado a versão que está sendo feita para o "Mickey Mouse japonês". Claro isso "tranquiliza" até a 2ª página, não necessariamente significa alguma coisa concreta.

O objetivo então fica claro: fazer do Astro Boy um personagem acessível tanto para os ocidentais como para os orientais. Colocada essa "linha" esperamos que os fãs mais ferrenhos não fiquem tão chateados...

Melhor do que falar é mostrar, vocês podem conferir o trailer oficial do filme abaixo que ainda tem nas vozes atores como Nicolas Cage e Donald Sutherland.



Minha observação final é que o Estúdio Imagi, empresa que está produzindo Astro Boy também pretende lançar em 2011 uma versão do também japonês "Gatchman". Realmente as produções asiáticas começam tomar proporções globais.

Comments (2)

On 23 de junho de 2009 15:37 , Tami disse...

Tomare que, como é em desenho, os americanos não "estraguem" a história que nem em Dragon Ball.

 
On 23 de junho de 2009 16:30 , Luiz Barretto disse...

Parece que pelo menos a estória será bem fiel ao original, só vendo agora.